Berlim barata

on

Hoje em dia com o preço do Dólar nas alturas, quem tem paixão por viajar sofre muito com os gastos nas grandes cidades turísticas europeias. Em alta temporada então nem se fala! Mas Berlim é uma cidade tão diversificada, que é possível curtir, conhecer, aprender história e tirar lindas fotos sem gastar muito. É só seguir essas dicas.

IMG_2774-344450918-1505148041961.jpgTransporte:

A cidade tem um transporte público super econômico e eficiente.  Você pode escolher entre ônibus,  tram, U-Bahn e S-Bahn. Estes dois últimos são uma espécie de metrô que pode ser de superfície ou subterrâneo dependendo da área onde passa. Eu particularmente acho os metrôs a maneira mais fácil e barata de se locomover pela cidade. Preço: 2,80 €  Berlin A-B ou 1,70 € se for curta distância (3 ou menos pontos de parada.)

Para calcular a rota você pode usar o google maps, que funciona bem em Berlim. Ou o site oficial dos transportes da cidade. Para comprar o bilhete dos metrôs você utiliza uma maquininha automática que tem várias opções de idiomas e é super simples de usar.

Dica: Quando ele te perguntar a área, digite Berlin A-B (Consiste em toda a área urbana central de Berlim, que é onde você turista vai se locomover, exceto alguns aeroportos ou cidades satélite), na dúvida, tem um mapa explicando essas áreas ali por perto.

Dica 2: SEMPRE valide seu bilhete antes de usar o Metrô. Tem um poste amarelo onde você enfia o papelzinho. A multa para ticket não validado ou sem ticket é salgada.

Bicicleta: Tem várias lojas pela cidade onde você pode alugar bicicletas por um preço acessível, por dia. Só tome o cuidado para não ser furtado! Colocar a bike bem amarrada em locais movimentados e pelo menor tempo possível reduzem esse risco. Dica: Leve seu passaporte para se cadastrar.

Lazer e Turismo:

Berlim é campeã em lazer ao ar livre e outras atrações baratas ou gratuitas. Pra resumir fiz uma listinha dos mais legais:

  • East Side Gallery (Galeria de arte ao ar livre, pinturas no muro) – Grátis.
  • Bernauerstrasse, 111 (Memorial do Muro e suas vítimas) – A parte ao ar livre é grátis.
  • Checkpoint Charlie (Onde ficava a uma das passagens oficiais entre leste e oeste do Muro) – Grátis.
  • Topografia do Terror (Conta a história de como o nazismo se implantou) -Grátis.
  • Memorial do Holocausto (Monumento às vitimas do holocausto) – Grátis.
  • Portão de Brandenburgo e sua praça. – Grátis.
  • Ilha dos Museus – Grátis se não entrar nos museus, o lugar é muito bonito.
  • Berliner Dom (Catedral) – a visita custa 7 €, porém a vista da praça é linda e grátis.
  • James-Simon-Park (No verão, os jovens se reúnem ali pra tomar uma cervejinha de fim de tarde, sentados na grama ou nas cadeirinhas fornecidas pelos bares, vista linda!) – Grátis ou se quiser uma cadeira, o preço de uma cerveja.
  • Mercadinhos de pulgas (tem vários na cidade, veja o link) – Grátis.
  • Hackerscher Markt (praça do mercado central) – Grátis.

    mercado.png
    Restaurantes em Hackescher Markt

Comer:

Para gastar menos nas refeições evite as áreas centrais e turísticas da cidade. No bairro boêmio de Kreuzberg por exemplo tem inúmeros restaurantes e cafés de qualidade com preços convidativos. O melhor é comer próximo a área da sua hospedagem. Esse bairro tem bastantes Hostels e vale a pena ficar hospedado nele. Depois do jantar você pode dar uma esticada nos inúmeros bares da região, só não entre nos parques à noite.

IMG_7954 (2)
Urbanspree

Vida Noturna:

Assim como para comer, para sair à noite e tomar uma cervejinha é melhor evitar locais muito turísticos, onde os preços costumam ser mais altos. O bairro de Kreuzberg é bom para procurar bares. Dica: Na minha viagem, a surpresa mais agradável foi o bar/balada/galeria alternativa Urbanspree.