Planejando sozinho sua viagem, sem neuras

on

Muita gente me diz que adoraria planejar a sua própria viagem mas que tem medo de algo sair errado, ou também que não saberia por onde começar a organizar. Neste post, vou dar algumas dicas e mostrar como fazer esse tipo de planejamento e agendamento da viagem da maneira mais fácil.


 

Em caso de vôos internacionais, é sempre bom dar uma olhada nas exigências de imigração e alfândega. Exigência de vistos, artigos permitidos ou limitados de se levar, como álcool e cigarros e algo também muito importante é olhar se algum dos locais que você vai fazer conexão exige visto de passagem. Alguns locais pedem visto mesmo que você não saia da sala de embarque.


 

Também em caso de vôos internacionais, antes de reservar tudo, dê uma olhada nas datas de validade dos passaportes e vistos, pra não ter que sair correndo pedir uma renovação de passaporte de emergência.


 

O primeiro passo para começar o planejamento de uma viagem é procurar os preços de passagens aéreas de ida e volta, tentando achar bons preços e bons horários de voo. Eu aconselho a não reservar logo de cara, uma viagem bem planejada tem que ser bem pensada em questão de custos e é muito importante antes de se reservar a passagem, sempre verificar os preços médios de hospedagem e gastos com transporte, alimentação, etc. No meu post Os melhores Apps de Viagem tem dicas de sites e aplicativos que ajudam muito a fazer esse planejamento de custos.


 

Estabelecido o custo médio por dia de viagem, já é seguro estabelecer a duração da viagem, e assim reservar as passagens aéreas. Eu costumo fazer a pesquisa de preços de voos pelo Google Flights , que faz uma pesquisa bem abrangente de várias companhias aéreas e te mostra os melhores preços pra aquele roteiro e te dá o link que acessa a compra do voo, direto na companhia aérea. Recomendo a compra de voo sempre “casado”, ou seja, se você vai de Uberlândia a Londres, compre o trecho saindo de Uberlândia, passando por São Paulo ao invés de comprar Uberlândia São Paulo e depois São Paulo Londres, porque você não corre o risco de perder o próximo voo por cancelamentos ou atrasos no voo anterior e de quebra não paga excesso de bagagem se estiver levando bagagem com peso acima do permitido para vôos nacionais.


 

Se você vai para vários destinos na mesma viagem, deixe pra comprar agora os trechos que ficam “no meio” da viagem. Na Europa vale a pena fazer alguns trechos de trem, nunca esquecendo que no trem com muita bagagem é um pouco complicado de viajar. Também tem a opção das companhias aéreas de baixo custo, que pipocam por todo o mundo. Tem o edreams  e o Skyscanner , assim como vários outros sites que te ajudam nessa tarefa. Lembre-se sempre de checar em cada companhia aérea o limite de bagagem, porque algumas costumam cobrar por peça de bagagem despachada.


 

Voo reservado, partimos pra reserva de hospedagem. Existem vários sites e aplicativos pra se fazer isso, mas depois de muito sofrer entrando em vários de sites de reservas, descobri o Trivago, que pesquisa de uma só vez todos os sites confiáveis de reserva, te dá os melhores preços e o link do site de reservas. Poupa muito tempo e dinheiro. Se você procura por aluguel de casas por temporadas, dê uma olhada no Airbnb , ótimo site de aluguel de casas e apartamentos.


 

Compre um seguro de viagem. Nada mais importante para evitar problemas maiores como um bom seguro. Tem alguns que oferecem desde despesas médicas, internação, e cirurgia de emergência até traslado de familiares e seguro de extravio ou atraso de bagagem, atrasos e cancelamentos de voos, ou seja, é uma tranquilidade. Eles podem ser comprados online, através de sites especializados em seguro viagem, em bancos, seguradoras e até mesmo em alguns sites de venda de viagem.


 

Muito importante depois de reservar tudo é checar e re-checar as datas de vôos, datas de reservas de hospedagem, data do seguro… Parece bobagem mas já vi a falta de atenção fazer a pessoa ficar plantada no aeroporto ou na porta do hotel porque reservou pra um mês antes ou um mês depois.


 

Agora relaxe! Não há nenhum imprevisto que não possa ser resolvido e mesmo que alguma coisa saia errado, você terá um história hilária pra contar depois. E no fim das contas, viajar é nada mais que aventurar-se mundo afora.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *